9.7.20

101 coisas em 1001 dias (2ª edição)



101 coisas em 1001 dias

Olá! Em 1900 e antigamente eu já fiz esse projetinho aqui no blog (clica aqui para ver) e percebi que cumpri algumas coisas sem nem perceber.
Eu sou a doida das listas de desejos e afazeres e adoro ir marcando o que fiz assim, sem me dar conta. Eu sei que esse é um projeto bem antiguinho no mundo dos blogs, mas quis trazer novamente o 101 coisas em 1001 dias para o Check-in Virtual e optei por colocar metas mais palpáveis e menos pessoais. Então eu devo concluir as metas até 06/04/2023. Vamos lá?
28.6.20

RESENHA: ORLANDO - VIRGINIA WOOLF



Hoje vim trazer a resenha do que talvez seja a melhor leitura de 2020. Orlando foi escrito por Virginia Woolf, autora que já elegi para ser a minha escritora favorita. E hoje, no dia do Orgulho LGBTQ+, nada mais justo que trazer a resenha de uma autora que não era heterossexual (nem monogâmica), embora tudo tenha sido por debaixo dos panos (até porque na Inglaterra era crime se relacionar com pessoas do mesmo sexo). E talvez essa seja uma das primeiras obras a abordar a transexualidade (data do início do século XX), ainda que não seja da forma como conversamos hoje, ela se utiliza de sutilezas e de um discurso muitas vezes mais sensato do que muitos mais modernos que o dela.
Título: Orlando: Uma biografia
Autor(a):  Virginia Woolf
Título original: Orlando: A Biography
Tradutor(a): Jorio Dauster
Editora: Penguin - Companhia das Letras
Ano: 2014
Número de páginas: 379



   
24.6.20

Estaremos nós, booktubers, estimulando o consumismo de livros?

    


Talvez (ou com certeza) o post de hoje seja polêmico. Mas não quero criticar ninguém além de mim mesma. Afinal, quem sou eu para julgar os hábitos de consumo e leitura de alguém?
    Quero apenas propor uma reflexão sobre compra de livros. Baseando-me apenas na minha experiência de consumo de conteúdo produzido por booktubers, bookstagrammers e nos meus próprios hábitos de compra de livros. 
11.6.20

Os últimos vencedores dos principais prêmios literários



Em um vídeo recente no meu canal (não é inscrito? vai lá conhecer) eu contei um pouquinho a respeito dos principais e mais famosos prêmios literários. Você pode assistir o vídeo abaixo:



Hoje quero contar quem foram os últimos vencedores destes prêmios e quais as suas obras mais famosas. Vamos lá?
OBS: comprando pelos links indicados, você me ajuda a manter o blog no ar!

NOBEL

O Prêmio Nobel é concedido a um autor pelo conjunto de sua obra
2019 Peter Handke
2018 Olga Tokarczuk
2017 Kazuo Ishiguro

PULITZER

O Prêmio Pulitzer é concedido a um livro específico que recebeu destaque naquele ano. São categorias que englobam diferentes tipos de literatura. É exclusivo para estadunidenses.
2020

2019
Biografia: Jeffrey C. Stewart - The New Negro

CAMÕES

O Prêmio Camões é concedido a um autor lusófono pelo conjunto de sua obra

2019 Chico Buarque - Brasil
2018 Germano Almeida - Cabo Verde
2017 Manuel Alegre - Portugal
2016 Raduan Nassar - Brasil

JABUTI

A premiação de 2020 ainda não saiu, mas as inscrições estão abertas. A Personalidade Literária é escolhida antes das premiações. 

2020
Personalidade Literária: Adélia Prado

2019
Personalidade Literária: Conceição Evaristo
Quadrinhos: Graphic MSP - Jeremias: Pele - Rafael Calça, Jefferson Costa
Tradução: Sobre Isso - Letícia Mei
Humanidades: Uma história da desigualdade: a concentração de renda entre os ricos no Brasil 1926 - 2013 - Pedro H. G. Ferreira de Souza 

2018


MACHADO DE ASSIS

O prêmio é concedido a um autor pelo conjunto de sua obra. Não consegui encontrar premiações mais recentes. O prêmio foi reformulado em 2016, mas não consegui encontrar nenhuma outra notícia a respeito desse "sumiço". 

2017- João José Reis
2016 - Ignácio de Loyola Brandão
2015 - Rubem Fonseca

ACOMPANHE O BLOG NAS REDES SOCIAIS

Instagram (@checkinvirtual)


21.5.20

Os escritores da Região Centro-Oeste | Estados Literários


O Centro-Oeste é uma região brasileira muito extensa e cheia de belezas naturais. Tem uma diversidade enorme de paisagens, culinária maravilhosa e também tem Literatura!
Eu confesso que enquanto preparava esse post percebi que não conhecia boa parte dos autores citados. Então se você for escritor(a) da Região Centro-Oeste por favor, me deixe um comentário aqui embaixo que vou adorar conhecer a sua obra!

DEMAIS POSTS DESTE PROJETO:
APRESENTAÇÃO
NORTE
NORDESTE
SUDESTE
SUL

MATO GROSSO

  • Manoel de Barros: Foi um poeta cuiabano do pós-modernismo, vencedor de diversos prêmios literários, sendo um dos mais aclamados poetas modernos de nosso país (foi considerado o maior poeta vivo por ninguém menos que Carlos Drummond de Andrade). Escreveu "Livro sobre o Nada", "O Guardador de Águas", dentre muitos outros. Teve livros publicados em Portugal, Espanha, França e Estados Unidos. Faleceu em 2014, aos 97 anos. 
  • Francisco de Aquino Correia: O autor foi o primeiro mato-grossense a ocupar uma cadeira na Academia Brasileira de Letras. Além de escritor, foi também arcebispo de Cuiabá e governador de Mato Grosso, indicado por Venceslau Brás. Foi ele quem tomou a iniciativa de fundar a Academia Mato-grossense de Letras e o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso. Faleceu em 1956, ao 70 anos. Obras: A Flor d'aleluia, Nova et vetera. 
  • Ryane Leão: A escritora best-seller tem mais de 500 mil seguidores em seu Instagram e publica seus textos por lá. Começou publicando seus poemas em lambe-lambes, até que foi descoberta por uma editora. A autora é militante do movimento feminista negro e  e procura fazer com que todas as mulheres se sintam representadas em suas obras. Além disso, também é professora e tem uma escola de inglês com mensalidades baixas, voltadas para mulheres pretas e com foco na cultura afro. Obras: Tudo nela brilha e queima, Jamais peço desculpas por me derramar.

MATO GROSSO DO SUL

  • Guimarães Rocha: Membro da Academia Sul Mato-grossense de Letras, é escritor, poeta, professor e policial militar. Escreve poesias, biografias e também compõe canções sertanejas. Obras: Mundo Mundano, Dante Vive.  
  • Douglas Diegues: Poeta de vanguarda e pesquisador da poesia dos povos indígenas. A linguagem utilizada em suas obras é chamada pelo próprio autor de "Portunhol Selvagem" e representa uma mistura do português, castelhano e guarani. Obras: Dá gusto andar desnudo por estas selvas, La Camaleoa.
  • Maria da Glória Sá Rosa: Foi uma professora, pioneira no ensino de Campo Grande. A escritora ocupava uma cadeira na Academia Sul Mato-grossense de Letras. Lecionou Literatura na UFMS e faleceu em 2020 aos 88 anos. Obras: Estudo sobre Guimarães Rosa, Crônicas de Fim de Século. 

GOIÁS

  • Cora Coralina: Foi uma importante contista e poetisa, sendo considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras. Cora teve seu primeiro livro publicado apenas aos 76 anos, embora tenha começado a escrever e publicar seus contos aos 14 anos em jornais de Goiânia. Recebeu o título Doutor Honoris Causa da UFG e o prêmio Juca Pato da União Brasileira dos Escritores. Faleceu em 1985, aos 95 anos. Obras: Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais, Estórias da Casa Velha da Ponte
  • Bernardo Élis: Foi o primeiro e único goiano a entrar para a Academia Brasileira de Letras. Foi poeta, romantista e contista, além de atuar também como professor e advogado. Recebeu diversos prêmios literários, inclusive um Jabuti. Sua obra O Tronco foi adaptada para o cinema. Faleceu em 1997 aos 82 anos.  Obras: Ermos e Gerais: Contos Goianos, Primeira Chuva
  • Gilberto Mendonça Teles: Poeta e crítico literário, é conhecido tanto pela composição poética quanto pelos estudos sobre modernismo e vanguarda na poesia. Também atuou como professor de Literatura na PUC-Rio. Foi agraciado com o prêmio Machado de Assis pelo conjunto de sua obra e também o prêmio Juca Pato. Obras: Alvorada, Estrela D'Alva

DISTRITO FEDERAL

  • Renato Russo: Muito mais conhecido pelas composições e por ser vocalista da banda Legião Urbana, Renato Russo também publicou livros. Foi cantor e compositor, e embora não fosse natural de Brasília, viveu e cantou sobre o Distrito Federal. Faleceu em 1996 aos 36 anos. Obras: Só por hoje e para sempre, 42nd Street Band: Romance de uma banda imaginária
  • Manuela Castro: A jornalista de Brasília lançou recentemente o seu primeiro livro reportagem sobre colônias de leprosos no Brasil. Obra: A Praga
  • Patrícia Baikal: Advogada e autora de "Mulher com Brânquias", que foi bastante divulgado (e elogiado) pelos booktubers. Também escreveu "Mariposa". Sua obra foi publicada de forma independente. 
E assim encerro essa primeira fase do projeto. Eu adorei produzir e pesquisar sobre escritores de cada estado e conhecer mais sobre a literatura brasileira. 
Nessa primeira fase queria apresentar autores que carregassem o nome de seu estado. Vivos ou mortos. Muitos já considerados clássicos. Infelizmente, a desigualdade de produção literária em nosso país é muito grande e não pude cumprir como queria. Passei então a querer divulgar apenas autores que eu pudesse encontrar por mecanismos de busca, como Google e Wikipedia (escritores, vamos deixar a vergonha de lado e criar uma página com o nominho de vocês na Wikipédia, teria facilitado meu trabalho). 
Para a segunda fase do projeto, quero contar com a colaboração de VOCÊ, que escreve livros! Pode publicar da forma que for! Pode ter 1 ou 1000 leitores. Basta que escreva. 
Me mande um e-mail para checkinvirtual@gmail.com  me contando um pouquinho sobre você: onde mora, onde nasceu (e de onde se considera - da cidade de nascimento ou da cidade onde vive ou nenhuma), o que escreve, o nome da sua obra, uma foto, enfim... Quero montar uma parte 2 desse projeto, fazer um mapinha como esses, com os nomes e as fotinhos de vocês!
Divulgar a Literatura Nacional é uma missão que tenho com esse humilde bloguinho e quero cumpri-la!

Até a próxima!

ACOMPANHE O BLOG NAS REDES SOCIAIS

Instagram (@checkinvirtual)
7.5.20

Filmes e séries na Netflix baseadas em livros



Leitor que se preze adora ver os seus livros favoritos transformados em imagens, encenados, ouvir a voz e ver o rosto dos personagens que sempre imaginou. E com as maravilhas do streaming fica fácil assistir um filminho assim que houver um tempo livre. Por isso, resolvi indicar filmes e séries presentes na Netflix . 
Achei uma ótima maneira de aproveitar a frente fria que chegou no Sul e Sudeste, além desses dias de distanciamento social que estamos vivendo (com lockdown em algumas regiões). Vamos aproveitar para ficar em casa? Fazer uma maratona de filmes e séries e depois caso você venha a se interessar, pode até adquirir o livro digital pelo link que deixarei junto com a indicação. Assim você me ajuda a manter esse blog no ar e não paga nada a mais por isso. 


Ilustração por Wokumy • Layout por