30.5.18

Estante cheia: Necessidade ou ostentação?


Ah, uma estante enorme, do chão ao teto, cheinha de livros... Qual leitor nunca sonhou com isso?
Mas agora, você não tem uma dessas... Isso te faz menos leitor do que quem tem?
Afinal, qual a necessidade de uma estante dessas? 

Eu vejo muitos booktubers comentarem que compram mais livros que conseguem ler. E se não compram, recebem de editoras, autores e até mesmo de livrarias. E aquelas estantes que muitas vezes invejamos podem sim estar carregadas de livros não lidos.



É fato que o livro é usado como objeto de decoração. Se você tem costume de pagar essas revistas de casa (no consultório do dentista, quem nunca?) já percebeu isso.  Algumas edições "de colecionador" parecem inclusive terem sido feitas com essa finalidade. 

Eu me considero uma pessoa de consumo consciente. E mesmo assim tenho duas prateleiras de livros não lidos. Alguns eram leituras obrigatórias de vestibular de alguns primos e foram doados a mim. Uma grande vergonha eles estarem comigo há tanto tempo e não terem sido lidos ainda. Outros são meramente fruto de impulso. Promoção, aniversário (ano passado minha mãe me encheu de livros), Natal e a famigerada Bienal do Livro de São Paulo. Que já tem outra ali atrás da porta e eu sequer li os livros que comprei. 

Quando percebi que meu desejo de consumo estava maior que minha capacidade de leitura eu parei de assistir a vídeos de book haul. E como vocês perceberam, também não tenho feito muitos no canal. Resolvi que ia dar um jeito nos não lidos antes de comprar mais. Ou até a Bienal. 

O fato é: uma estante cheia não te faz mais leitor. Você pode ter lido o mesmo número de livros que algum dono de estante maravilhosa (e repleta de leituras concluídas) em e-book ou emprestado. Muitas vezes eu leio muito mais do que pensei que li graças aos e-books. Eles não fazem volume na estante. Porém, eu tenho esse quê de luxúria que me faz querer ostentar sim. Fora que prefiro ler em papel e estar em contato físico do objeto. 

Isso não quer dizer que eu esteja certa. Nem que tenha a estante dos sonhos ainda. Ela cresce aos poucos, e já me encontro na posição de falar que não tenho mais onde guardar livros. Mas isso é meramente ostentação... 

Já fiz tantas leituras que me marcaram (e me formaram como leitora) pegando livros da biblioteca, outros emprestei de amigos. Alguns baixei em PDF e perdi. Perdi também e-books gratuitos ou recebidos de escritores. Maldita queima de HD, formatação de celular e morte do LEV... Eita ano digitalmente complicado que foi 2017...

Mas concluindo aqui, uma estante cheia é meramente um objeto de luxo. Pode ser fruto de coleção, como sabemos muitos leitores são também colecionadores de livros. Mas ter uma estante com 200 livros não significa que você os leu. Muitas vezes um bom leitor não faz alarde. Não tem uma coleção gigantesca na estante, mas guarda na memória muitas leituras incríveis. 


3 comentários:

  1. Eu sempre lembro do meu período de consumismo quando me questiono se preciso dos livros que quero comprar. Lembrar que eu tenho hoje na estante um livro que nem sei por que me atraiu é uma coisa triste e que me envergonha, mas é a melhor forma de me fazer pensar duas vezes...
    Quanto aos e-books, concordo plenamente! Eu li tantos livros de autores brasileiros independentes dessa forma! Se não fossem as plataformaa digitais, esses autores poderiam estar até hoje buscando publicação com editoras ou mesmo ter desistido. Com e-books, eu pude os livros deles e ampliar meu plhar na literatura.

    ResponderExcluir
  2. Oi!

    Eu adorei seu post, de verdade! As vezes ficava chateada por, mesmo estando trabalhando, não conseguir comprar os livros que eu queria. Mas comprar e não ler não adianta, né?

    Beijos!

    Mari Barros
    Blog Diversamente

    ResponderExcluir
  3. Oiii, ler seu texto me fez querer escrever o que está passando em minha mente, eu fui uma leitora acumuladora entre 2013-2015, em 2016 fiz um desapego mais de 50 livros porque eu fui morar em outro estado para estudar durante 1 ano e esse desapego me motivou porque eu tinha livros na estante que eu recebia das editoras/autores que não estavam felizes na estante, nem eu me sentia feliz ao ver esses livros que li e não teve uma marca em mim, desapeguei e deixei aqueles que eu iria olhar e suspirar ao lembrar de cada história que me fez rir, amar, chorar, apaixonar, etc, em 2016 quando fui embora, conheci três amigas que são verdadeiras ACUMULADORAS!! uma amiga tem quase mil livros e não leu nem a metade, e percebi a diferença entre nós, eu amo ler, quando compro, eu leio, não fico comprando um atrás do outro e ficar com muitos para ler... Ameeeei seu texto!! Alias, li em outro post sobre estar morando sozinha sem a sua estante, eu senti na pele como é isso, eu morei com 9 meninas e juntamos nossos livros em uma estante para matar a saudades que cada um tinha com seus livros em casa <3

    Beeeeijos
    www.mandyliine.blogspot.com

    ResponderExcluir

Quero saber sua opinião! Ficarei muito feliz com o seu comentário!



Ilustração por Wokumy • Layout por