22.12.17

17 coisas que aprendi em 2017


Continuando o especial de fim de ano aqui no blog e no canal, resolvi trazer para vocês um post contando 17 coisas que aprendi nesse ano doido de 2017. 

Eu vi vários vídeos com esse tema e resolvi fazer escrito aqui. Acho que pensar no que a gente aprendeu é uma tarefa para qualquer momento da vida. Contudo, convencionou-se organizar tudo em ciclos. Talvez o ciclo que mais una as pessoas seja esse de Natal e Ano Novo. Porque ao mudar a data no calendário as pessoas supõem que todo o resto mudará. Só temos que lembrar que as mudanças começam dentro da gente, e que se for esse o período que você resolveu por em prática todas as mudanças que deseja ver, então vá fundo e não deixe que isso se torne mais uma das listas de resoluções de ano novo.

Para mim, 2017 foi muito intenso. Foi marcado por surpresas, decepções, momentos difíceis e por muito, muito aprendizado. Afinal é na marra que a gente aprende melhor. Eu não vou entrar em muitos detalhes aqui porque alguns aprendizados são coisas bastante pessoais. Mas a mensagem fica valendo para você se inspirar também. 


1- Aprendi que por mais difícil que seja, é sempre melhor optar por fazer o certo. Sim, vai doer. Sim, talvez isso pareça demais para você. Mas depois que passa, o que fica é a sensação de alívio.

2- Muitas vezes pensei ter tomado a decisão errada  (sim, e ainda penso nisso), mas percebi que deveria estar naquele lugar naquela hora. E que sem esse "erro" eu não seria a pessoa que sou hoje, nem daria valor às mesmas coisas. E que sem a bola de neve que é tomar uma decisão, muitas coisas não teriam acontecido e eu não teria passado pelo aprendizado e amadurecimento que enfrentei esse ano. 

3- Nem sempre é fácil escolher entre estar certo e ser gentil. Mas tive que me despir de certas convicções para conseguir lidar melhor com as pessoas esse ano. E em alguns momentos tive que admitir que embora estivesse certa, exagerei na reação. 

4- Não adianta ser radical demais numa ideia se isso vai te afastar das pessoas que ama. Muitas vezes é importante dar o braço a torcer e ouvir o lado do outro também. 

5- Me livrei de algumas ideias pré-concebidas que tinha e foi a melhor coisa que me aconteceu! Me senti extremamente bem acolhida por pessoas que jamais esperava que fizessem isso por mim. E ouvi de uma pessoa que mal me conhece certas palavras que irei guardar para a vida inteira. Sem me conhecer ela me definiu melhor que eu mesma. 

6- Aprendi que posso controlar a ansiedade. Ela muitas vezes pode parecer o Cérbero, o cão de 3 cabeças que guarda os portões do inferno (ou a Pedra Filosofal), mas pode se tornar um inofensivo pinscher se você souber domá-la. O que deu certo para mim: Manter o foco no momento. Dar uma de Pollyanna e ver as coisas boas. Trocar os pensamentos ansiosos por pensamentos funcionais ajuda a manter a cabeça no lugar. 

7- Quando muitas pessoas duvidavam de mim, eu fui lá e fiz. Contei apenas para as pessoas essenciais e que eu sabia que queriam meu sucesso naquele momento. E fui lá, quase que em segredo tentar tirar minha Habilitação. Depois de 9 tentativas, consegui. Nessa última que resolvi contar apenas para as poucas pessoas que se importavam mais e que consegui domar minha ansiedade. Agora só levo a CNH e deixo o RG em casa. 

8- Fazer tudo o que se recomendam que você faça para ter um blog bom não garante o seu sucesso. 

9- E ainda assim, o sucesso é relativo. Mesmo com poucos acessos, com poucos seguidores considero o Check-in Virtual um projeto de sucesso. Sempre tem algum comentário carinhoso por aqui e graças à ele fiz muitas amizades nessa internet. Conheci conteúdos incríveis e troquei ideias com pessoas maravilhosas. Atingi 1000 seguidores no Instagram (e esse número vem crescendo) e para mim isso já pode ser considerado como sucesso. Tem 2 anos que esse blog me traz alegria.

10- Aprendi que não sou capaz de fazer tantas coisas ao mesmo tempo como pensei que era. Isso se traduziu por um milhão de coisas mal feitas e nenhuma adequada. Sim, sou perfeccionista, metódica, me cobro demais e sou viciada em trabalho. Mas preciso ter um tempo para respirar.

11- Posso ter um tempo livre, para eu fazer o que bem entender em qualquer momento da minha vida. Mesmo sendo em uma semana de provas. Eu preciso me dar esse tempo para manter minha própria sanidade mental. E tudo bem se fizer isso. 

12- Preciso deixar algumas coisas de lado para fluir em outras. Ou organizar melhor o meu tempo. 

13- Vale a pena lutar pelos nossos direitos. Meu computador novinho acabou de sair da garantia e queimou o HD. Fui no Procon e assim como eu eles acreditaram que isso poderia se tratar de um defeito de fábrica, visto que não deu tempo do equipamento se deteriorar. E a minha solicitação foi atendida, irei receber meu dinheiro de volta para comprar um computador melhor. 

14- A alegria está nos pequenos momentos. Às vezes achamos que para sermos felizes precisamos de momentos grandes e gloriosos. Mas a alegria pode estar bem ali do lado, no ronronar do seu gatinho, numa flor que desabrocha no seu vaso, naquele momento que você tira para ler um bom livro, comer um doce ou até mesmo ver novela numa semana corrida. 

15- Aprendi que uma das causas das coisas "não darem certo" para mim é me comparar com os outros. Seja em questão de notas, conquistas, ou até mesmo em número de livros lidos. Claro que preciso ainda desconstruir isso, mas perceber a causa já é grande avanço. 

16- Aprendi a não desistir mesmo quando as circunstâncias eram desfavoráveis. E entendi que sou capaz de superar meus próprios limites. 

17- Aprendi que se quero um mundo melhor, devo começar sendo uma pessoa melhor. 

3 comentários:

  1. Minha meta para 2018 é controlara a ansiedade.. Amei as suas metas.

    ResponderExcluir
  2. Nossa quanta coisa você aprendeu, e agora estou refletindo melhor sobre minhas ações e o que devo ter aprendido em 2017, algumas das suas coisas acredito que tenham acontecido comigo também...

    ResponderExcluir
  3. Eu aprendi tanto no ano passado que esse ano quero poder ajudar as pessoas a não cometerem os mesmos erros que eu
    E tbm afastar de algumas pessoas ou coisas que me façam mal

    ResponderExcluir

Quero saber sua opinião! Ficarei muito feliz com o seu comentário!



Ilustração por Wokumy • Layout por