30.11.17

Sobre a morte...


Fazer medicina é ter uma relação muito próxima com a morte. Começamos o curso vendo cadáveres. A empolgação das aulas práticas muitas vezes nos faz esquecer que houve uma vida antes daquela peça. O próprio termo "peça" para se referir a uma parte do corpo de uma pessoa já reflete uma certa desumanização. Muitas vezes eu me dava conta de que aquele órgão foi uma pessoa quando via as mãos e os pés. Muito mais que o rosto deformado, acinzentado e inchado de formol. 
24.11.17

Menina Má - William March

Rhoda é uma garotinha encantadora. Muito independente e organizada, não dá trabalho algum à sua mãe Christine. Ela é o grande xodó dos mais velhos, com sua covinha na bochecha, as trancinhas perfeitamente arrumadas e o vestidinho meio retrô. 

Ficha Catalográfica:
Título: Menina Má 
Título original: The Bad Seed
Autor: William March 
Tradução: Simone Campos
Escrito em: 1954
Ano da edição: 2015
Editora: DarkSide Books
Gênero: Suspense
Número de páginas: 272
ISBN: 978-85-66636-81-9
22.11.17

Existe livro para "idiota"?


Primeiramente, mil desculpas pelo meu sumiço nesse feriado. Estava tudo planejado para o blog, porém minha querida internet ficou de sexta-feira a domingo fora do ar e eu não tinha como soltar a resenha aqui no blog e muito menos o vídeo no canal. A resenha sai sexta-feira sem falta. 

Mas hoje o motivo da minha revolta é outro. Em um grupo de leitores que participo no Facebook foi compartilhado um link da Revista Bula com uma lista do mais extremo mal gosto. O texto foi escrito por Tadeu Braga (sim, acho importante ressaltar quem escreveu para não deixar a culpa apenas na revista que aprovou um absurdo desses) e elenca 10 livros lidos por "idiotas".

Primeiro, quero ressaltar que preconceito de espécie alguma é tolerado neste blog. E preconceito literário muito menos, visto que esse é o nosso foco. E essa lista é o preconceito literário mais puro e destilado. 
15.11.17

5 Instagrans Literários brasileiros para se inspirar



Falando mais um pouco de fotografia literária por aqui, e conforme o prometido neste post no qual ensinei a montar cenários para fotos, estou trazendo para vocês uma seleção de 5 Instagrans Literários brasileiros que gosto muito.
Cada um deles tem a sua própria personalidade e jeitinho especial de ser. E é claro que cada um vai se identificar mais com um que com outro. Então se você gostar, não custa nada acompanhar, não é mesmo? E por que  não aproveita que vai abrir o aplicativo para me seguir também? O meu é @checkinvirtual.

10.11.17

O Conto da Aia - Resenha

Uma sociedade distópica num futuro nem tão distante. Uma crise política que tirou das mulheres quaisquer direitos.  A poluição ambiental e seu impacto na fertilidade humana. Esses são alguns dos temas discutidos lindamente por Margaret Atwood em "O Conto da Aia".

Título: O conto da Aia
Título original: The Handmaid's Tale
Autora: Margaret Atwood
Tradutora: Ana Deiró
Editora: Rocco
Ano da primeira publicação: 1985
Ano desta edição: 2017
Número de páginas: 366
Onde comprar: Amazon | Fnac | Livraria Cultura | Submarino 

Offred, a protagonista, não tem seu nome revelado em momento algum da narrativa. Ela é uma Aia na casa do Comandante. As Aias eram as mulheres férteis, que passavam um período na casa de alguém do alto escalão do governo (leia-se: homens) para servir apenas de receptáculo para o herdeiro daquela família. As aias eram obrigadas a usar roupas vermelhas e uma viseira branca que as impediam de ver e de serem vistas. Ou melhor, de observar, visto que elas enxergavam apenas à frente com esse adereço.
8.11.17

Fotografando livros - Como criar um cenário?

Oie!! Faz tempo que não venho aqui com a pauta de fotografia, não é mesmo? Mas hoje vou dar dicas de como montar cenários para compor as fotos de livros.
Primeiro, você deve decidir qual é o seu estilo. Eu sigo muitos Instagrans literários, e cada um deles tem uma forma peculiar de produzir as fotos. Acho lindas aquelas cheias de elementos e com fundos em tons quentes, amadeirados. Porém não me vejo compondo uma foto como essas. O meu estilo é um pouco mais clean. Gosto de usar o fundo branco (embora já tenha mostrado como o fundo escuro pode ficar legal também), e objetos que de alguma forma me remetam o enredo. Caso não seja possível (ou seja, eu não tenha nada em casa que combine com a história), tento montar cenários com objetos mais "neutros", digamos assim e que combinem com a capa do livro.

Gosto de ressaltar que você não precisa gastar um centavo com isso. Eu uso objetos que já tenho em casa, e caso venha a comprar alguma coisa com intuito de fotografar livros, sempre arrumo um jeito de fazê-la se adaptar a algum fim. Comprei as sempre-vivas para fazer fotos, mas tratei de escolher umas que combinassem com o meu quarto e colocá-las num vaso no criado mudo.

1- Escolha um bom fundo


Essa vai ser a "base" da sua foto. Não adianta você fazer uma composição linda de objetos se ela ficar em cima de um lençol furado e desbotado. Pense em uma superfície o mais neutra possível, independente da cor que você escolher. Garanta também que há contraste suficiente e que não haja "choque de cores" entre a capa do livro e o fundo escolhido.
1.11.17

Às vezes é só olhar o pôr-do-sol...


Eu sou twitteira e não nego. Adoro o melhor lugar da internet. Lá eu posso reclamar, xingar, falar sem formalidades, esquecer um pouco da norma culta da Língua Portuguesa... E posso conversar com pessoas que passam pelos mesmos perrengues que eu.  Eu sou uma reclamona de carteirinha. Daquelas que reclamam mesmo, e se você estiver insatisfeito, que reclame também. 

Mas esses dias andei passando por uma fase difícil. Me sentindo mal, tendo crises de ansiedade o tempo todo, estava me sentindo esgotada emocionalmente... Havia tanto com o que me preocupar. Tantas provas, tantos problemas em casa, tantos compromissos... Noites mal dormidas, gastrite não me deixando comer, uma verdadeira avalanche de problemas que sequer me deixavam respirar. 
Mas precisei ser forte. Encarar a semana. E vagando aleatoriamente pelo Facebook vi esse post da Lariz Santana, que por sinal foi quem fez esse layout lindão do blog, falando sobre como ser uma pessoa mais positiva. 


Ilustração por Wokumy • Layout por