24.7.17

Resenha: A Fúria do Desejo


Excepcionalmente nessa segunda feira teremos uma resenha muito especial aqui no blog. Era para ter saído há duas sextas-feiras porém a vida me impediu de postar. Aproveito esse início de post para avisar que tem vídeo novo lá no canal esperando por você. Clique aqui para assistir.

*Atenção: Este post pode conter spoiler para quem nunca leu a saga*

SINOPSE:
Quando a paz no universo está ameaçada, um amor impossível pode se tornar uma poderosa arma nas mãos inimigas.
Muitas vezes, a realidade não é exatamente como se almeja, Haysla sabe disso.
Mas a vida lhe ensinou que ela pode ser doce, como um sonho bom.
Pelo menos... até tornar-se um pesadelo.
Um novo período... Um novo ciclo... Inesperadas mudanças... Surpreendentes reviravoltas.
Obrigada a revelar sua paixão secreta ao seu namorado, Haysla mergulha numa tristeza profunda, e Keynel não está mais lá para resgatá-la.
Mas quando a felicidade torna-se tristeza, quando a diversão torna-se agonia...
A dor suprema gera o desejo, e o desejo supremo, gera a dor...
E nessa ciranda de inconstâncias, Haysla descobre que não há dor tão devastadora
que não possa ser intensificada... Nunca.
Reaproximados pelo sofrimento, Haysla e Benjamin consomem-se em desejo.
Um desejo tão poderoso que pode transformar em possível, o totalmente impossível.
Mas... imergir-se em paixão, entregar-se de corpo e alma a este desejo avassalador,
traz consequências muito mais terríveis do que se possa imaginar.
Porque, dilacerado pela loucura que a dor intensa o impõe, um coração ensandecido joga-se no leito do perigo, atira-se nos braços do inimigo.
Sofrimento. Desespero. Medo. Loucura... Morte?
Será sempre trágico o destino reservado a um amor extremo?
Será que nunca haverá um fio de luz camuflado entre as garras das trevas?

FICHA TÉCNICA 
Título: A Fúria do Desejo
Autora: Judie Castilho
Editora: Independente/ Amazon
Formato: e-book Kindle
Ano: 2017
Prova em formato digital enviada pela autora em parceria com o Check-in Virtual
Compre aqui e ajude o blog: Amazon



O terceiro livro de Sob A Luz das Galáxias com certeza é o mais eletrizante de todos. O amor de Haysla por Benjamin não diminui apesar da distância imposta entre eles, e essa situação se torna mais perigosa para a bela filha do presidente da União Universal, que continua intolerante ao veneno klyso de Benjamin, o professor mais amado da Academia Frantila e ainda por cima competente ministro da União Universal. 

Com a rebelião dos Gafanhotos, povos não aliados à Uni-Uni, as ruas de Ondina se tornam cada dia mais perigosas. 

Para piorar a situação de Haysla, ela tem crises de ciúmes mais frequentes de Keynel e ainda arruma uma rival, que consegue causar o término do namoro mais perfeito do universo. Quer dizer, seria perfeito se Haysla não traísse o belo trolk o tempo inteiro com Benjamin. 

Neste livro vemos uma Haysla mais madura, e que está começando a assumir as consequências de seus atos. É uma personagem muito bem construída, de personalidade complexa. De um lado, a amiga leal, de outro, bad girl, vingativa, rancorosa, poderosa, inteligente e determinada. Haysla é tudo isso em uma só, e ainda mais. Ela está a cada página menos garota e mais mulher, esbanjando sua sensualidade e enlouquecendo os dois homens maravilhosos que tem aos seus pés. 

Leia também:
Resenha: O Beijo da Morte
Resenha: À Sombra do Perigo 
Playlist literária: O Girassol e Sob a Luz das Galáxias

Em um outro lado da história vemos também o crescimento de Violyt tanto como personagem como quanto mulher. Ela que sempre foi inteligente  e responsável passa a fazer suas próprias conquistas, precisa tomar decisões mais sérias e toma um banho de autoconfiança. Gostei de ver. 

Temos também um Benjamin diferente do que aquele que nos acostumamos a conhecer. Ele perdeu um pouco aquela postura de quase um deus, poderosíssimo, para dar espaço às suas fraquezas, distrações, mostrando que um klyso  pode não ser tão poderoso assim o tempo inteiro. 

Neste livro tem muito mais conspirações políticas, mistério e investigações, pois a situação da União Universal está tensa por conta dos gafanhotos. E o presidente Vryan Rievathre deixa de ser aquele todo poderoso para mostrar suas fraquezas.


Para quem não se lembra, os gafanhotos eram qualquer povo não aliado à Uni-Uni. Antigamente eles não causavam maiores transtornos. Destruíram seus planetas de origem e foram buscar a destruição de outros, os quais a União Universal sempre se encarregava de consertar. Fora isso, havia um acordo de não-invasão e não-interferência, o que mantinha a paz no Universo. Porém insatisfeitos com toda destruição que causaram, resolveram atacar os planetas Aliados. Eles representam o típico povo que usa sua inteligência para o mal, e nós terráqueos podemos nos identificar com eles. Tanta tecnologia produzida apenas com o intuito de causar destruição. A fome por poder, guerras, falta de escrúpulos. 

Não sei se a Judie leu as teorias de Nibiru, um suposto planeta muito mais evoluído e que pela hipótese da biogênese poderia ter colonizado a Terra. Eu não sei a história ao certo, meu pai que vive falando nesse assunto, e eu identifiquei muitos elementos dessa teoria, sobre povos infinitamente mais evoluídos, poderosos, longevos e que não buscam a destruição. Pensei logo em Eklyeses, planeta de Benjamin, cujos habitantes cultuam seus deuses, compadecem da morte de seus conterrâneos, sofrem com a destruição, são tão evoluídos que são vegetarianos por natureza. Será que Eklyeses é Nibiru? Enfim, se ficou curioso pesquise no Google, tem muita informação sobre isso por aí e eu preciso ler mais também sobre isso, porque ao encaixar as coisas faz tudo muito sentido. 

Sei que o livro tem uma base científica muito sólida, uma bela explicação sobre a teoria do buraco de minhoca, astronomia e muita biologia. Estudei a matéria de Imunologia na faculdade ao mesmo tempo em que lia o livro, e tudo fez muito sentido, com perfeito embasamento. Tudo isso era mostrado nas pesquisas de Donnank com os sangues de povos aliados e gafanhotos, na busca por um antídoto contra o veneno klyso. 

Com certeza esse foi o melhor livro da série, em termos de construção, de embasamento e até mesmo de enredo. E claro, podemos shippar vários outros casais, pois apesar da guerra, o amor está reinando em Ondina. 

Parabéns, Judie por seu trabalho magnífico!

Nota:

16 comentários:

  1. Não entendi muito bem, mas provavelmente foi pq esse é o terceiro livro certo?
    Mesmo assim, adorei tuas opiniões sobre o livro, senti que foi realmente algo que tu gostou e admirou, e por isso fiquei com vontade de saber mais sobre os primeiros volumes. Enfim, gostei muito da resenha ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom que consegui passar isso e que fez você se interessar pelos demais livros! Sim, por ser parte de uma série não tem como colocar detalhes muito genéricos... Fora que sempre tem spoiler para quem não leu (até a sinopse tem)
      Beijos, seja bem vinda a bordo!

      Excluir
  2. Olá!
    Não conhecia o livro e nem seus antecessores, então fiquei um pouco perdida no começo da resenha. Mas consegui entender mais ou menos o enredo da saga.
    Achei sua resenha super completinha!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ufa, sempre tenho a sensação que a resenha ficará incompleta... Bom, se conseguiu sacar um pouquinho já é lucro, pois por ser continuação não tem como fugir muito de detalhes que possam ficar meio soltos a uma primeira lida...
      Beijos, seja bem vinda a bordo

      Excluir
  3. Muito legal você ter recebido a prova dês leitura da autora :) eu confesso que não conhecia essa saga, então li a resenha com muito cuidado pra não pegar nenhuma informação-spoiler. Essa temática é exatamente do tipo que me agrada, e sua resenha e a sinopse me deixaram curiosa para adentar mais essas leituras *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então você vai gostar da série! Tem a primeira resenha, que aí não tem chances de pegar spoiler nenhum.
      Beijos, seja bem vinda a bordo!

      Excluir
  4. Uuuuuaaaaauuu!!!! Eu já Li o primeiro, depois dessa resenha já fiquei louca para ler o segundo e engajar no terceiro ameiiiii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então também conhece a Judie? É muito bom!! Confesso que meu preferido foi o terceiro.

      Excluir
  5. Acho que me perdi um pouco por não conhecer o resto da saga, mas gostei da tua resenha, super completinha e realmente expressa o que você achou, fiquei curiosa e vou procurar saber mais sobre!

    blogdaumzoom.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, acontece... Quem não leu a saga do começo acaba se perdendo um pouco mesmo. Não irá se arrepender!

      Excluir
  6. Gostei muito da resenha, clara e objetiva. Parabéns pelo post ❤️ ❤️, beijos e sucesso

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia nehum livro da saga, :/ mas fiquei curiosa para saber mais devido ao seu post ser bem completo! Deu para entender e despertar curiosidade. Belo post! Beijocas :3 ♥

    Sorriso Jovem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, que legal! Eu fico muito feliz quando uma resenha desperta o interesse!
      Beijão

      Excluir
  8. Esta saga parece ser muito boa, ja ouvi falar da autora,fiquei curiosa sobre o enredo, adorei sua resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente maravilhosa, sem falar que a autora é um amor!

      Excluir

Quero saber sua opinião! Ficarei muito feliz com o seu comentário!



Ilustração por Wokumy • Layout por