2.2.16

Lista: Livros para ler no carnaval

Tem mais alguém aqui como eu, que detesta pular carnaval? Nada contra quem gosta, que fique claro! É que me incomoda aquela musica alta, o calor insuportável e aquela multidão toda... Neste feriado eu prefiro ficar quietinha em casa com os meus livros e me divirto muito mais assim do que no meio da folia. Então se você também prefere ficar em casa, aqui vai uma listinha de livros para devorar nesta semana. Mas se você gosta de ir puxar o bloco, tudo bem. Pode escolher um ou outro livro aqui para ler quando chegar em casa para descansar um pouquinho. Afinal, se divertir também cansa!



  • Para ler em um dia: 

Cilada, do divo Harlan Coben
Não se se vocês sabem o quanto eu gosto deste autor. Eu amo suspense, livros policiais, etc. E o Harlan tem uma escrita tão gostosa que sou capaz de ler os livros dele em uma tarde. E foi exatamente o  que eu fiz com Cilada. Resumindo, Haley McWaid, uma  garota exemplar de 17 anos desaparece. Em uma outra parte da história, Dan Mercer, um assistente social foi assassinado e acusado de pedofilia. O elo entre as histórias é a jornalista Wendy Tynes, que pode ter arruinado a vida de Dan. Como é de praxe nas histórias do Coben, os núcleos se encontram e se tornam um só (igual acontece em novela, de repente todo mundo se conhece). Também como é comum nos livros deste autor são as histórias familiares, mostrando que coisas ruins ocorrem até mesmo nas famílias mais perfeitas. Assim que abrir o livro você já terá vontade de descobrir o destino dos personagens e o que aconteceu com eles. E se já leu outro livro do autor, prepare-se para se reencontrar com personagens conhecidos (adoro quando isso acontece).


  • Para intercalar com filmes e séries:
    A Laila não tem medo de O Iluminado

O Iluminado, do Stephen King
Você pode aproveitar para ver o maravilhoso filme do Kubrick (particularmente eu preferi o filme), ver a minissérie que o próprio autor do livro cuidou para que fosse fiel (não assisti ainda) ou até mesmo intercalar com seriados de comédia para quebrar a tensão do Hotel Overlook e seus mistérios. Jack Torrence vai trabalhar como caseiro neste hotel que fica completamente deserto e isolado no inverno por causa da nevasca que costuma atingir a região. Ele leva junto sua esposa Wendy e seu filho Danny que supostamente tem poderes paranormais. Você vai ficar ansioso para descobrir se o hotel é realmente mal assombrado ou se tudo não se resume à fértil imaginação de Jack.


  • Para se emocionar:

A menina que roubava livros, do Markus Zuzak 
Uma história narrada pela morte não pode ser muito comum. Mas e se a morte for extremamente sensível e ao mesmo tempo sarcástica? Esta narradora incomum  vai nos contar a história de Liesel Meminger, uma garota que ganha um lar adotivo durante a Alemanha Nazista e tem um certo prazer em roubar livros (quem nunca teve vontade de assaltar a Saraiva? Brincadeira...) Este livro é daqueles que fazem rir e chorar com um intervalo bem pequeno de páginas. É uma história linda para guardar no coração para sempre. Aproveite o feriadão e veja o filme também!


  • Para relaxar da folia

O Mágico de Oz, de L. Frank Baum
Este livro é bem leve, bem tranquilo de ler, perfeito para aquele dia que você tirar para descansar do carnaval, ou para o dia que resolver ir só à noite na folia e passar a tarde em casa recuperando as energias. Creio que todo mundo já conhece mais ou menos a história da Dorothy, a menina que é levada por um furacão junto com sua casa e seu cachorrinho Totó e precisa seguir pela estrada de tijolos amarelos e encontrar o Grande Mágico de Oz. No caminho ela encontra o Leão Covarde, o Homem de Lata e o Espantalho. Mas além dessa parte conhecida da história, a trajetória de Dorothy e seus amigos até o Grande Mágico são surpreendentes e muito emocionantes. O final também foi totalmente diferente do que eu esperava.


  • Para refletir: 


Ratos e homens do John Steinbeck
Dois amigos, George e Lennie, vivem de bicos em fazendas da Califórnia e são totalmente marginalizados, ganhando basicamente o abrigo e o alimento. Vivem em busca de uma vida melhor. É difícil  explicar toda a emoção que o livro nos traz até mesmo pelo realismo de seus personagens, tanto em suas características psicológicas quanto nos diálogos que se utilizam de expressões erradas segundo a norma culta, mas apropriado para personagens sem instrução nenhuma. Você praticamente os ouve falando. Apesar de muito curtinho, a narrativa é profundamente densa e não tem como não se emocionar com o final.


  • Para voltar a ser criança:

Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato
Não vou prolongar muito porque tem resenha deste livro aqui no blog. Mas provavelmente você vai se lembrar dos episódios do Sítio do Pica-pau Amarelo, ouvir a voz da emília na sua cabeça e se divertir bastante com as histórias da sua infância!


Bom, pessoal, desejo que se divirtam muito este carnaval, seja com os livros, seja brincando na rua com confete e serpentina!



4 comentários:

  1. Nossa, adorei as indicações!
    Eu só li um livro do Harlan Coben (Não conte a ninguém), mas gostei muito, e na primeira vez, li o livro quase todo em uma tarde. Mas até hoje não comprei outro dele :(
    Ganhei O Iluminado como presente de aniversário! Já to louca pra ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não vai se arrepender de ler O Iluminado. Ah, assista ao filme de Não Conte a Ninguém, é igualmente bom. Eu também li este em um dia, achei perdido na casa da minha madrinha e entre passear e ficar em casa eu li o livro. Só que eu já conhecia o autor então já sabia que seria bom! Quando puder compre algum da série Myron Bolitar, na minha opinião são os melhores livros dele. Quero completar a série e depois reler em ordem cronológica...

      Excluir
  2. Olá tudo bem?
    De todos que você citou ai eu só li A menina que roubava livros, que eu gostei muito, no final eu só sabia chorar kkkk e achei o filme tão emocionante quanto o livro. Quero muito ler O Magico de Oz, já fiz uma peça dele na escola e depois disso fiquei na vontade de ler, mas sempre acabo deixando pra depois
    Beijos!
    http://saboreandoasestrelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ler O mágico de Oz foi uma experiência totalmente nova porque eu não esperava nada daquilo. Eu achava que seria completamente fofinho e "somewhere over the rainbow" mas confesso que me surpreendeu. Pena que perdi o fio da meada por ter demorado muito para ler por motivos de força maior. Mas leia, é uma experiência maravilhosa! A Menina que roubava livros não me fez chorar, mas fiquei muito tempo com a história na cabeça! Obrigada pela visita, seja bem vinda a bordo!!

      Excluir

Quero saber sua opinião! Ficarei muito feliz com o seu comentário!



Ilustração por Wokumy • Layout por